LSD

Dentre os principais efeitos, podemos citar uma ampliação na capacidade de perceber cores e alterações na recepção de sons. Pode ocorrer também a chamada sinestesia, em que informações sensoriais misturam-se, sendo possível, por exemplo, ouvir uma cor. Além disso, a droga causa alterações na percepção de tempo e espaço. É por causa destas sensações, que a droga passou a ser usada principalmente em locais como shows e festas, que se tornam mais “divertidas e diferentes”. Porém quem quer só diversão pode se decepcionar, porque os efeitos variam de pessoa para pessoa e têm relação direta com as doses utilizadas e com o estado emocional do usuário.

Apesar de algumas sensações experimentadas serem agradáveis para alguns usuários, é comum a ocorrência das chamadas “bad trips”. Esse quadro provoca ansiedade, pânico, e delírios que podem geras graves consequências, uma vez que a pessoa perde a capacidade de diferenciar o que é real do que não é. E o pior é que algumas vezes o usuário, após utilizar por várias vezes o LSD, pode desenvolver “flashbacks” nos quais os sintomas psíquicos observados quando utilizou a droga se repetem mesmo sem fazer uso dela.